QUADROS COM PINTURAS DECORATIVAS

QUADROS COM PINTURAS DECORATIVAS post thumbnail image

QUADROS COM PINTURAS DECORATIVAS

“Realidade em amor incondicional
é igual uma tela de pintura ternurinha
onde o pintor pinta com instinto sobrenatural
com seu olhar mágico de beleza atenta
Captura a arte num coletivo de cores
se deixa seduzir pelos matizes
e o artista dá mostra do dom sensorial
são nesses momentos mais felizes
expande a alma repleta de amor atemporal
matiza a realidade como fosse virtual
expõe por vocação,
são estilistas da luz do infinito
traduz toda emoção.”

– Sônia M. Gonçalves

Pintura é a técnica de empregar pigmento a uma superfície, para colori-la, dando-lhe matizes, tons e texturas. Mais especificamente é a arte de pintar uma superfície, como papel, tela ou uma parede. Essa arte diferencia-se do desenho pelo uso dos pigmentos líquidos e do uso constante da cor, já que o mesmo se utiliza principalmente de materiais secos.

Entretanto, existem controvérsias quanto a essa definição de pintura. Com a variedade de experiências entre diferentes meios e o uso da tecnologia digital, a ideia de pintura não necessita se restringir à aplicação “do pigmento em forma líquida”. A pintura é uma forma de manifestação artística existente há muito tempo na História da humanidade, como revelam as pinturas rupestres, feitas por homens pré-históricos em rochas ou cavernas. Falar em arte significa pensar em modalidades da produção artística que se orientam para o mundo cotidiano, pela criação de objetos, de peças e/ou construções úteis ao homem em sua vida diária. A noção remete a alguns setores da arquitetura, das artes decorativas, do design, das artes gráficas, do mobiliário etc. e traz oposição em relação às belas-artes. Na história da arte europeia, o surgimento das academias de arte, a partir do século XVI, tem papel decisivo na alteração do status do artista, personificada por Michelangelo Buonarroti (1475 – 1564). Não mais artesãos das guildas e corporações, os artistas são considerados teóricos e intelectuais a merecer formação especializada. É nesse momento que o termo belas-artes entra na ordem do dia como sinônimo de arte acadêmica, separando arte e artesanato, artistas e mestres de ofícios.

A Arte decorativa e arte ornamental praticamente se equivalem. Decorar é ornar, é cobrir uma superfície com ornamentos. No sentido que lhe dá Visconti – ao criar em 1934, na Escola Nacional de Belas Artes – ENBA, a cadeira de Arte Decorativa – de arte aplicada à indústria, antecipa o conceito moderno de design. Mas há também uma conotação pejorativa para o termo: é pintura que se desenvolve superficialmente, sem qualquer aprofundamento intelectual, sem uma expressividade fundada na emoção. Visando esse tema, vamos nos aprofundar em quadros de pinturas decorativas. Eles são uma tendência e excelente ideia para quem desejar realmente mudar o visual do seu ambiente, deixando-o com a sua cara. São utilizados para decorar vários ambientes seja um comércio, sua sala, quarto, área de lazer ou escritório, são lindos, leves e fáceis de instalar. Também pode quebrar aquele galho tampando aquelas pequenas imperfeições indesejadas da parede, com um toque super elegante. Lembre-se, decorar o seu ambiente é sempre um momento muito especial.

VEJA PINTURAS DECORATIVAS: Quadro Decorativos

Related Post